Voltar para Casa

Ainda tenho mais de 2 meses na terra dos leprechauns, mas confesso que o medo da depressão pós intercâmbio ja me assombra. Minha amiga Ilana, do Projeto Cork, descreveu os sentimentos, as dúvidas e a ansiedade que rodeiam esse momento tão importante na vida de todo intercambista 😉

Projeto Cork

Quando decidi fazer o intercâmbio, sempre ouvia comentários do tipo ‘você vai largar seu emprego bom para ir?’, ‘não vais sentir saudade da família e dos amigos?’, ‘mas você nunca morou sozinha, como vai se virar?’, ‘tá rica né!?’. Sim, é incrível como todo mundo adora opinar e te desestabilizar, né?

Essas perguntas, por mais decidido que você esteja, sempre irão te abalar. Porque o medo do desconhecido é parte do ser humano. Porém, também é o responsável pelo crescimento e mudanças, tanto pessoais quanto em escala .

Então, por fim, você vai. Se deixa levar. Aprende, se supera, passa bons e maus bocados, vira gente grande, de verdade.

Só quem se atreve a se jogar do abismo sabe o quão satisfatório é descobrir que se pode voar.

Engraçado que sempre pensei que largar tudo para fazer o intercâmbio seria o mais difícil. Mal imaginava eu que havia algo ainda…

View original post 364 more words

Advertisements

2 thoughts on “Voltar para Casa”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s